INCENTIVOS À INTERNACIONALIZAÇÃO
NEGOCIOS NA ESPANHA / Guia de Investimento / Incentivos ao investimento / Incentivos à internacionalização

Embora não seja objeto desta publicação tratar as possibilidades de investimento fora de Espanha, é conveniente acrescentar esta epígrafe pelo indubitável interesse que o investimento na Espanha, como plataforma de expansão no âmbito internacional, desperta nos investidores estrangeiros.


Nesse contexto, vale indicar que os instrumentos financeiros de apoio oficial à internacionalização empresarial aprovados pelo Governo Espanhol são os seguintes:


-FIEM (Fundo para a Internacionalização da Empresa, administrado pelo Ministério de Economia e Competitividade por meio da Secretaria de Estado de Comércio).


-FIEX (Fundo para Investimentos no Exterior, administrado por COFIDES).


-FONPYME (Fundo para Operações de Investimento no Exterior da Pequena e Média Empresa, administrado por COFIDES).


-FINTEC (Linha de Financiamento de Investimentos no Setor Eletrônico e de Tecnologias da Informação e Comunicação, administrada por COFIDES).


-FINER (Linha de Financiamento de Investimentos no Setor das Energias Renováveis, administrada por COFIDES).


-FINCONCES (Linha de Financiamento de Investimentos no Setor de Concessões de Infraestruturas, administrada por COFIDES).


-Linhas Países (administradas por COFIDES).


-Os acordos de conversão de dívida em investimentos.


-PROINVEX (Programa de Grandes Investimentos no Exterior, administrado pelo ICO).


-A Linha de Internacionalização do ICO e apoio a Exportações do ICO, e do Ministério da Fazenda e Administrações Públicas.


Entre todos os instrumentos financeiros enumerados, vale ressaltar as figuras do FIEM, FIEX e FONPYME, bem como as linhas de financiamento para investimentos nos setores de eletrônica e tecnologias da informação e comunicação, das energias renováveis ou das concessões de infraestruturas e, por último, as “Linhas ICO-Internacional 2014 e Exportadores a Curto, Médio e Longo prazo”.

    Voltar